Notícias

Pró-Reitoria de Graduação esclarece sobre implantação de ensino remoto na UFVJM

publicado: 24/07/2020 09h36, última modificação: 24/07/2020 09h45
Minuta de resolução que regulamenta ensino remoto em caráter temporário está em processo de aprovação

Diante da situação de emergência em saúde decorrente da pandemia da Covid-19, a UFVJM vem trabalhando para amenizar as consequências em relação às atividades acadêmicas. Para isso, já foi elaborada uma minuta de resolução que dispõe sobre a oferta em período extemporâneo (período especial) em caráter temporário e excepcional de atividades acadêmicas de forma não presencial nos cursos de graduação da UFVJM. A minuta está passando por votação no Conselho de Graduação (Congrad) da UFVJM e, assim que finalizada a votação, ponto a ponto, será enviada para aprovação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe). Aprovada, o próximo passo será sua implementação.

 

Sobre o assunto, a pró-reitora de Graduação, professora Orlanda Miranda Santos, esclarece:

A minuta de resolução autoriza, a critério dos colegiados de cursos, a oferta de atividades acadêmicas não presenciais, com uso de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, validados pelos colegiados, nos cursos de graduação da UFVJM, em período extemporâneo ao semestre letivo, em caráter temporário e excepcional, enquanto durar a Situação de Emergência em Saúde Pública devido à pandemia da Covid-19 e persistirem restrições sanitárias para presença dos estudantes no ambiente escolar.

Poderão ser ofertadas de forma remota, segundo o texto em apreciação, Unidades Curriculares, Seminários, Atividades Complementares e de Extensão, Estágios Supervisionados, assim como a orientação e realização de defesas de Trabalhos de Conclusão de Curso, Seminários de Pesquisa, Cursos de Atualização, entre outras atividades acadêmicas a serem definidas por cada colegiado de curso de graduação da UFVJM, com anuência do professor responsável pela atividade.

No que se refere às práticas profissionais de estágios ou às práticas que exijam laboratórios especializados, a aplicação da oferta deve obedecer às Diretrizes Curriculares Nacionais, aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação - CNE, ficando vedada a substituição daqueles cursos que não estejam disciplinados pelo CNE.

No que tange à carga horária das atividades acadêmicas realizadas pelos discentes de forma não presencial, ela poderá ser computada em seu histórico, para efeito de integralização, conforme a matriz curricular do respectivo curso.

A proposta da Prograd é estipular um prazo máximo para início das Unidades Curriculares. Em relação aos estágios, TCC e AACC, a proposta é início imediato, após aprovação da minuta de resolução em suas instâncias.

Cabe salientar que a Prograd e a Diretoria de Educação Aberta e a Distância (DEAD) vão fornecer apoio técnico permanente a alunos e professores por meio de equipes multidisciplinares. A UFVJM, por meio da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Proace), está realizando um levantamento de alunos que precisam de computadores e internet para terem acesso às aulas. Sobre a acessibilidade, os estudantes em vulnerabilidade socioeconômica, cadastrados na Proace, terão prioridade no acesso a esses recursos. Ainda está sendo avaliada a melhor proposta para empréstimo de computadores e oferta de internet.

Os desafios são muitos, entre os quais podemos destacar: a resistência ao uso das tecnologias e plataformas digitais; o acesso à internet de qualidade (considerando a localização geográfica de alguns campi) e rede de computadores; o desenvolvimento por parte do aluno de uma nova forma de estudo baseado no tripé “compromisso, autonomia e disciplina”; o desenvolvimento da capacidade de todos nós à adaptação e inovação não somente em relação à adoção de novas tecnologias, mas no sentido de nos reinventarmos em momento de isolamento social.

Embora haja muitos desafios, a equipe de gestão está engajada na resolução dos problemas encontrados, que vêm sendo compartilhados com a comunidade acadêmica para que, de forma democrática e participativa, acompanhe e contribua nesse processo.