Notícias

UFVJM conquista aprovação de dois projetos para Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação

publicado: 05/02/2021 14h15, última modificação: 05/02/2021 14h15
Projetos sobre Fontes de Energias Renováveis e Cadeia Minero-Química de Lítio foram contemplados por edital da Capes

A UFVJM acaba de conquistar a aprovação de dois projetos no Edital 18/2020 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), para participar do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) - Parcerias Estratégicas nos Estados. Foram contemplados o Programa de Pós-graduação em Biocombustíveis, com o projeto Fontes de Energias Renováveis, e o Programa de Pós-graduação em Química, com o projeto Cadeia Minero-Química de Lítio, que atuará juntamente com o Programa de Pós-graduação em Geologia (PPGeo), além de contar com a participação de docentes de outras universidades federais e da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg).

A conquista da parceria com a Capes/Fapemig vai possibilitar a execução dos programas, além de implementar bolsas de doutorado, mestrado e estágio em pós-doutorado. Durante a execução, os dois projetos serão contemplados com dez bolsas para mestrado, dez para doutorado e três para estágio em pós-doutorado. Por se tratarem de ações complementares, a evolução dos projetos será acompanhada pela Fapemig e pelo próprio conjunto de pesquisadores, com encontros anuais de troca de experiências e compartilhamento de informações.

Projeto Fontes de Energias Renováveis

A proposta da área de Biocombustíveis conta com a parceria da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e tem como foco a pesquisa em fontes de energias renováveis. O projeto Fontes de Energias Renováveis vai trabalhar com o desenvolvimento de cadeias de biocombustíveis e biorrefinarias baseadas em macaúba, cana-de-acúcar, sorgo, além de resíduos urbanos e agroindustriais.

De acordo com os pesquisadores responsáveis pelo projeto, essa pesquisa ocorre em um momento considerado de extrema relevância, tendo em vista a crescente preocupação com a emissão de CO2 na atmosfera. “Como a humanidade não pode mais prescindir de fontes de energia, a importância de energias alternativas ao uso de combustível fóssil tem se evidenciado. O território mineiro tem vantagens para ser um provedor de energia para o país. Além da produção de energia elétrica a partir de hidroelétricas, que corresponde a 12% dessa energia produzida no país, temos um território com alto índice de insolação e com a maior quantidade de geração fotovoltaica instalada, 18%. Recentemente, o estado tem recebido muitos investimentos privados na produção de energia solar. Igualmente importante é a produção de biocombustíveis, em que Minas tem 36 usinas produtoras de etanol, que representam 10% da produção nacional”.

Confira a íntegra do Projeto Fontes de Energias Renováveis aqui.

Projeto Cadeia Minero-Química de Lítio

Os programas de Pós-graduação em Química e em Geologia da UFVJM irão trabalhar em conjunto na pesquisa Cadeia Minero-Química de Lítio. O trabalho contará, além de pesquisadores de ambos os programas, com docentes da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Universidade Federal de Lavras (Ufla) e Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

O programa de Pós-graduação em Química tratará das etapas principais da cadeia de produção do hidróxido e carbonato de lítio (formas purificadas, que são insumos para uso na engenharia nuclear, indústria farmacêutica e fabricação de baterias). Já na área da Geologia, será feito um estudo e dimensionamento dos corpos portadores de minerais litiníferos, buscando um diagnóstico sobre as potencialidades e viabilidade de exploração mineral para uso e aplicação industrial desses minerais litiníferos.

Os pesquisadores do projeto explicam que, com a descoberta das jazidas de lítio no Vale do Jequitinhonha, abriu-se uma grande oportunidade para o desenvolvimento da região com base na exploração desse material estratégico. “Nos últimos anos, a importância desse metal tem crescido muito, principalmente por ele ser elemento fundamental na constituição de baterias recarregáveis com alto poder de armazenamento de energia em relação ao peso. Com o crescente uso de dispositivos elétricos autônomos, essa importância tem um potencial de crescimento ainda maior com a perspectiva de a indústria automobilística dar ênfase ao carro elétrico”.

Confira a íntegra do Projeto Cadeia Minero-Química de Lítio aqui

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents