Notícias

Ensino, Pesquisa e Extensão

Ex-aluno da UFVJM ganha prêmio de melhor tese de Matemática defendida na UnB em 2023

publicado: 10/05/2024 17h34, última modificação: 10/05/2024 17h34
Mattheus Pereira da Silva Aguiar é egresso do curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia

O ex-aluno do curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT) da UFVJM, Mattheus Pereira da Silva Aguiar, conquistou o prêmio de melhor tese de Matemática defendida na Universidade de Brasília (UnB) no ano de 2023. Com o títuto Splittings of Profinite Groups and its Applications, a tese foi selecionada como a melhor depois de passar por análise de seis itens: Originalidade; Relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e social; Metodologia; Qualidade da redação; Estrutura e organização do texto; e Qualidade e quantidade de publicações. O trabalho do egresso da UFVJM foi escolhido por unanimidade pela banca avaliadora, conforme resultado publicado no último dia 3 de maio e disponível aqui.

Ex-aluno da UFVJM ganha premio de melhor tese de Matemática defendida na UnB em 2023
(Foto: Arquivo Pessoal)

Para Matheus, o prêmio representa a coroação de toda uma trajetória acadêmica, e serve de motivação para alcançar novos horizontes, que antes considerava intransponíveis. “O primeiro passo dessa jornada foi dado na UFVJM, quando o professor Anderson Porto apresentou-me o elegante universo dos grupos profinitos. Fiquei fascinado pela área e decidi que, após o BC&T, cursaria um mestrado em Matemática. O apoio dos professores Leonardo Gomes e Douglas Santiago foi fundamental para que eu ingressasse no mestrado em Matemática na UFMG. Em Belo Horizonte, o então aluno de doutorado e hoje professor da UFVJM, Moacir Aloísio, me ajudou a desbravar o árido mundo da pesquisa científica em Matemática Pura”, descreve o egresso da UFVJM.

Ele ainda detalha que, sob a orientação do professor John MacQuarrie, finalizou o mestrado estudando o que havia o fascinado anteriormente: ações de grupos profinitos em árvores. “Fui então aprovado para o doutorado na Universidade de Brasília, sob orientação do professor Pavel Zalesski, que havia sido o mesmo orientador de doutorado do professor Anderson, da UFVJM. Pavel, membro titular da Academia Brasileira de Ciências e o melhor pesquisador do mundo em estruturas algébricas livres, exigiu de mim nada menos que a excelência; esse esforço foi recompensado com esse prêmio. Publicamos em revistas especializadas que aceitam artigos em qualquer área da Matemática. Essas revistas são as mais renomadas, pois a taxa de submissão é inevitavelmente maior e os editores exigem níveis de originalidade e relevância da pesquisa cada vez mais elevados”, conta.

Matheus também conquistou publicação no Annali della Scuola Normale Superiore di Pisa - Classe di Scienze, uma das revistas especializadas mais antigas em Matemática, fundada em 1871. “Uma parte da tese é composta por um artigo publicado no Israel Journal of Mathematics, fundado em 1963 e que também possui estrita política editorial. Cabe ressaltar que Israel e Itália fazem parte do grupo 5 da União Matemática Internacional. Esse grupo reúne os países mais desenvolvidos em pesquisa matemática e que possuem os padrões de qualidade mais rigorosos”, destaca.

Sobre a tese

De acordo com o pesquisador, a tese contribui significativamente para a versão profinita da teoria de Bass-Serre de grupos agindo sobre árvores. “Na primeira parte foram resolvidos (em positivo) três problemas em aberto (6.7.1, 15.11.10 e 15.11.11) publicados no livro Profinite Graphs and Groups do Luis Ribes (Springer). O principal ingrediente utilizado nas demonstrações foi a definição original do grupo fundamental profinito de grafo de grupos com ponto base. Na segunda parte foi demonstrada uma generalização do Teorema da Decomposição de Stallings para grupos pro-p. Ressalta-se que não existe teorema análogo na teoria clássica de Stallings, de forma que o resultado obtido é inesperado”, detalha Matheus. 

 

Por Coordenadoria de Comunicação Social

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents