Notícias

Campus do Mucuri da UFVJM produz protetores faciais para profissionais da saúde em Teófilo Otoni

publicado: 20/04/2020 16h35, última modificação: 20/04/2020 20h32
A previsão é de que sejam produzidos 450 protetores; 90 já foram entregues no último sábado (18/4)
Primeira entrega dos protetores faciais produzidos pelo Campus do Mucuri

Primeira entrega dos protetores faciais produzidos pelo Campus do Mucuri - Foto: Christiane Corrêa Rodrigues Cimini

O Campus do Mucuri da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) está produzindo protetores faciais para profissionais da saúde em combate ao novo coronavírus em Teófilo Otoni e região. No último sábado (18/4), foram entregues 90 protetores faciais para os hospitais Santa Rosália, Bom Samaritano e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h). A produção é feita por servidores, professores e técnicos administrativos, do Campus do Mucuri, e tem previsão, no momento, de produção de 450 protetores.

De acordo com um dos coordenadores da ação, professor do Instituto de Ciência Engenharia e Tecnologia (Icet), Alexandre Faissal, o trabalho começou no final de março, com a produção de protótipos para saber qual era o melhor. “Durante este trabalho, de desenvolvimento do protetor ideal, buscamos a contribuição do curso de Medicina do Campus do Mucuri. Com apoio da professora Christiane Corrêa Rodrigues Cimini, que é médica intensivista, chegamos ao modelo que estamos produzindo hoje”, destaca.

Faissal ressalta que a produção só foi possível porque a iniciativa conquistou apoio financeiro. “E para viabilizar a produção, conseguimos o apoio financeiro da Unimed - Três Vales e do Sindicato dos Trabalhadores em Instituições Federais de Ensino (SINDIFES) para a aquisição de insumos e equipamentos, que permitem a produção dos protetores para atender profissionais da área da saúde das redes pública e privada dos municípios da nossa região”.

Para a produção, estão sendo utilizadas quatro impressoras 3D, em laboratórios do Campus do Mucuri da UFVJM, com produção média de 15 protetores por dia. “Estamos trabalhando para salvar vidas, para dar mais segurança aos trabalhadores da saúde que estão na linha de frente no combate ao coronavírus e têm tido carência desses materiais de proteção”, afirma Faissal.

Protetores faciais produzidos pelo Campus do Mucuri UFVJM
Protetores faciais produzidos pelo Campus do Mucuri - Foto:Alexandre Faissal

Os protetores estão sendo feitos nos laboratórios de Ensino da Matemática e de Interdisciplinar de Formação de Educadores da UFVJM. Além dos servidores destes laboratórios, estão envolvidos, também, servidores do Mestrado Profissional em Matemática, do Núcleo Integrado de Pesquisa e Extensão do Campus do Mucuri, do Grupo de Extensão e Pesquisa em Agricultura Familiar, da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Exatas (Facsae) e do Instituto de Ciência, Engenharia e Tecnologia (Icet). A produção integra as ações do Comitê Técnico Científico Multidisciplinar de Assessoramento da Defensoria Pública para assuntos referentes ao combate à COVID 19.

UFVJM no combate ao novo coronavírus

Além da produção de protetores faciais no Campus do Mucuri, a UFVJM tem realizado diversas ações para enfrentar o novo coronavírus. Conheça aqui.