Requerer avaliação psicológica para melhoria de ambiente de trabalho

Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Proace)

O que é?

A avaliação psicológica para melhoria de ambiente de trabalho tem o objetivo de reconhecer fragilidades e potencialidades dos servidores em relação ao contexto de trabalho, de modo que sejam viabilizadas estratégias para a manutenção da boa comunicação e bem-estar. A identificação de conflitos, interpessoais ou relacionados ao ambiente laboral é uma maneira de ampliar a qualidade das relações e, consequentemente, do trabalho desempenhado.

Quem pode utilizar este serviço?

Servidores e chefias dos setores administrativos e acadêmicos da UFVJM que identifiquem a existência de conflitos interpessoais ou relacionados ao ambiente laboral que estejam prejudicando a comunicação, desempenho e bem-estar no trabalho.

Etapas para a realização deste serviço

1 Requerer avaliação psicológica

1 - Solicitar por ofício a realização de avaliação psicológica com o objetivo de proporcionar melhorias no ambiente de trabalho. O ofício deverá ser encaminhado para a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis – Proace / Diretoria de Atenção à Saúde – DASA. 2 – Aguardar confirmação de possibilidade de atendimento da demanda. 3 - Receber parecer ou relatório psicológico sobre o processo de avaliação psicológica. O documento conterá as conclusões e posicionamento do psicólogo responsável pela avaliação.

Documentos Ofício com a solicitação de avaliação psicológica contendo breve descrição dos motivos desencadeadores da demanda.


Custos Este serviço é gratuito ao usuário.


Canal de prestação do serviço Presencial: Campus JK, prédio de Atenção à Saúde da Proace. Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000. Alto da Jacuba. Diamantina/MG. Horário de atendimento: 08h30 às 11h30 / 13h30 às 16h30.
Web: e-mail dasa.proace@ufvjm.edu.br
Postal: Diretoria de Atenção à Saúde – Proace. Campus JK, prédio de Atenção à Saúde da Proace. Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000. Alto da Jacuba. Diamantina/MG. CEP 39100-000.


Tempo de duração da etapa Não estimado ainda


Outras informações

Quanto tempo leva?

Não estimado ainda.

Validade do Documento?

Sem validade determinada.

A quem se destina?

Professores, Técnicos Administrativos

Legislações

Resolução CFP Nº 010/2005, de 21 de julho de 2005, Acesse o link
Resolução CFP N.º 007/2003 , de 14 de junho de 2013, Acesse o link

Responsável pelo atendimento

Este é um serviço da Divisão de Vigilância, Perícia e Promoção da Saúde da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Proace), da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), e atende ao Decreto n° 9.094, de 17 de julho de 2017.

Forma de comunicação com o prestador do serviço

Presencial:
Campus JK: prédio de Atenção à Saúde da Proace. Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000. Alto da Jacuba. Diamantina/MG. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.
Campus Janaúba: sala da Proace, Pavilhão de Aulas. Avenida Um, nº 4.050. Cidade Universitária. Janaúba/MG. Horário de atendimento: 08h30 às 11h30 / 13h30 às 16h30.
Campus do Mucuri: prédio Administrativo. Rua do Cruzeiro, nº 01. Jardim São Paulo. Teófilo Otoni/MG. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.
Campus Unaí: contêiner da Proace. Avenida Universitária, nº 1.000, Bairro Universitários. Unaí/MG. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.

Telefone:
Campus JK: (38) 3532-6871 ou 3532-1200 Ramais 8123, 8125 ou 8127. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.
Campus Janaúba: (38) 3532-6812 e (38) 3532-6808 Ramal 3109. Horário de atendimento: 08h30 às 11h30 / 13h30 às 16h30.
Campus do Mucuri: (33) 3529-2700 Ramal 2846. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.
Campus Unaí: (38) 3532 6822. Horário de atendimento: 08h às 12h/ 14h às 17h.

E-mail:
Campus JK: psicologia.proace@ufvjm.edu.br.
Campus Janaúba: psicologiajan.proace@ufvjm.edu.br.
Campus do Mucuri: psicologiamucuri.proace@ufvjm.edu.br.
Campus Unaí: psicologiaunai.proace@ufvjm.edu.br.

Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes: Urbanidade, Respeito, Acessibilidade, Cortesia, Presunção da boa-fé do usuário, Igualdade, Eficiência, Segurança e Ética.

Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.

Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000​.