Notícias

Reitoria publica boletim informativo sobre propostas para operacionalizar ensino remoto emergencial na UFVJM

publicado: 11/09/2020 19h37, última modificação: 11/09/2020 20h37
Boletim Informativo n.º 3/2020 informa sobre ações da Reitoria para operacionalização do ERE na universidade


Boletim Informativo n.º 3

Assunto: Propostas de Operacionalização do Ensino Remoto Emergencial (ERE) na UFVJM


Objetivando contribuir com o estudo e proposta de minuta que institui o Programa de Apoio Pedagógico e Tecnológico ao Ensino Remoto Emergencial e Temporário, em discussão nas recentes sessões do Conselho de Ensino, Pesquisa e extensão (Consepe), a Reitoria vem esclarecer à comunidade acadêmica que:

  1. As propostas que a reitoria têm apresentado ao Consepe têm o intuito de operacionalizar as ações do Ensino Remoto Emergencial (ERE) em conformidade com as reais condições de nossa universidade.

  2. É importante esclarecer que o ERE tem caráter não obrigatório, ou seja, a oferta de unidade curricular (UC) ficou a critério dos docentes, bem como a respectiva matrícula por parte dos estudantes.

  3. Temos um total de 6.818 alunos matriculados nas 814 UC, que foram ofertadas na modalidade não presencial. Portanto, torna-se importante definir as reais possibilidades de prover ensino de qualidade e de forma inclusiva. A reitoria tem se empenhado efetivamente com a acessibilidade dos estudantes ao ERE.

  4. Nesse sentido, a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Proace/UFVJM) tem recursos do PNAES (da ordem de R$3.997.300,06), os quais podem ser prontamente disponibilizados aos atuais 1.463 estudantes classificados nos Editais 2019. Tais recursos serão disponibilizados aos estudantes com vulnerabilidade socioeconômica, conforme critérios a serem definidos pelo Conselho de Assistência Comunitária Estudantil (CACE).

  5. Assim, de um universo de 5.355 estudantes, no tocante à necessidade de inclusão digital, tem-se a seguinte situação/proposta:

    1. Há estudantes que já possuem condições para acompanhar o ERE e, portanto, não demandam de apoio da universidade;

    2. Existem estudantes não assistidos pela Proace e que apresentarão demandas, seja por computador, internet ou ambos. Essa demanda será atendida mediante formulário já disponibilizado aos estudantes matriculados em 2020/5. A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) fará a devida classificação e disponibilização do recurso para acessibilidade estudantil.


Para esses estudantes com dificuldades de acesso a computadores e/ou internet, a reitoria disponibilizará:

a) um total de 450 computadores nos 5 campi, atualmente instalados nos laboratórios de TI da universidade;

b) o empréstimo de até 450 computadores aos estudantes mediante termo de responsabilidade;

c) acesso ao polo EAD mais próximo do estudante;

d) recurso da ordem de R$400 mil para prover acesso à internet e/ou realização da monitoria remota.

  1. Há a necessidade de adaptação do Anexo I da Resolução Consepe 9/2020 em função de sua suspensão temporária.

  2. É necessário também revisar o Art. 6º da Resolução Consepe n.º 9/2020 e fazer constar nele que a disponibilização de recursos para acessibilidade digital aos estudantes obedecerá a critérios socioeconômicos e dependerá das condições de provimento da UFVJM.

  3. A Prograd, por meio do laboratório LIFE, disponibilizará 20 notebooks aos docentes.

  4. O Programa de Monitoria Remota, caso o Grupo de Apoio ao Ensino Remoto Emergencial delibere por sua realização, será coordenado pela Prograd, a qual proverá edital simplificado, após atualização da Resolução n° 55 Consepe, de 20/09/2017, com vistas a atender às recomendações do TCU/2018.

  5. O início do período extemporâneo 2020/5 está previsto para dia 21/9/2020 (Anexo I).

Na expectativa de atender os anseios dos estudantes e dos docentes participantes do ERE, agradecemos a todos e a todas pelo empenho neste trabalho!



Diamantina, 11 de setembro de 2020.

 

Janir Alves Soares

Reitor/UFVJM

error while rendering plone.belowcontenttitle.contents