Pint of Science 2020 - 3ª edição

publicado 31/08/2020 16h17, última modificação 31/08/2020 16h26
8 a 10 de setembro
Quando
08/09/2020 from 19h00 (America/Sao_Paulo / UTC-300)
Todas as datas
08/09/2020 from 19h00
09/09/2020 from 19h00
10/09/2020 from 19h00
Onde
Evento on-line
Site
Visite o site do evento
Adicionar evento ao calendário
iCal

Já está no ar a programação do Pint of Science em Diamantina e Janaúba, festival mundial de divulgação científica em bares e restaurantes que neste ano, em função da pandemia da Covid-19, será on-line em todos os 11 países onde será realizado, durante os dias 8, 9 e 10 de setembro. O evento terá uma edição nacional e local, com a participação de 73 cidades de todas as cinco regiões do Brasil, incluindo as cidades de Diamantina e Janaúba, que terão sua participação através da coordenação dos professores da UFVJM André Covre, em Diamantina, e Erenilton Pereira da Silva, em Janaúba. A terceira edição do Pint of Science, tanto em Diamantina como em Janaúba, tem participação gratuita e não necessita de inscrição prévia. Seu objetivo é divulgar o conhecimento científico de forma descontraída, como no ambiente de um bar.

Segundo o coordenador do evento em Diamantina, prof. André, o objetivo desta edição é munir a sociedade de informações corretas sobre a Covid-19 e, para entrar no clima, no conforto da sua casa, vale abrir uma cerveja ou qualquer outra bebida da sua preferência, vinho, refrigerante, suco ou água. “Como estamos no meio de uma pandemia e a orientação científica é ficar em casa, o evento este ano será on-line, mas nem por isso deixaremos de brindar à ciência”, afirma o professor.

De acordo com o coordenador do evento em Janaúba, professor Erenilton Pereira da Silva, que realiza o evento pela terceira vez, junto com outras instituições da cidade, o festival, que nasceu na Inglaterra, em 2012, veio com a ideia de tornar a ciência acessível ao público, de maneira informal. “Idealizado por pós-doutorandos que acreditavam ser necessário proporcionar discussões científicas fora do ambiente acadêmico, em locais descontraídos como bares e restaurantes, o Pint of Science cresceu muito e, no ano passado, atingiu um público aproximado de 35 mil pessoas distribuídas em 85 cidades. Neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus, os bares serão substituídos por canais na plataforma digital YouTube, e todos poderão acompanhar o evento gratuitamente em seus lares, sem aglomeração, num happy hour científico que entrará para a história. Todos estão convidados a interagir e divulgar o evento, como mais uma maneira de valorizar e saudar a ciência, que tem sido tão importante no enfrentamento da pandemia, e ao mesmo tempo, tem sofrido tantos ataques”, conclui o professor.

Acompanhe a programação da 3° edição do Pint of Science 2020:


Terceira Edição em Diamantina


Datas: 
8, 9 e 10 de setembro

Horário: 19h

Plataforma: Canal oficial da UFVJM no YouTube: https://www.youtube.com/c/UFVJMOficial

 

8 de setembro

“A Covid-19 e as crianças e adolescentes”

Resumo do tema: O bate-papo com o médico será sobre como a doença se manifesta nas crianças, sobre como têm sido as principais formas de contágio e qual a intensidade dos sintomas em crianças e adolescentes. Além disso, serão abordadas as formas de prevenção, uso de máscaras, calendário de vacinação na pandemia e, também, sobre o aleitamento materno neste momento especial que o mundo está vivendo.

Convidado: Rodrigo Ferreira Medeiros

O médico pediatra graduou-se em Medicina pela UFMG e atualmente é preceptor da Residência Médica de Pediatria da UFVJM em parceria com o Hospital Nossa Senhora da Saúde, em Diamantina.

 

9 de setembro

“A UFVJM no enfrentamento da Covid-19”

Resumo do tema: Nesse bate-papo a conversa será sobre o trabalho que a UFVJM está desenvolvendo no enfrentamento da Covid-19, quem faz parte dessa equipe e como o trabalho está sendo realizado. Além disso, a ideia é falar sobre os impactos da pandemia nas atividades da universidade, nas aulas, nas pesquisas e nas ações de extensão, além dos impactos para as cidades que possuem campi da UFVJM.

Convidada: Ana Paula Nunes

A professora Ana Paula graduou-se em Fisioterapia na UFVJM, especializou-se em Fisiologia do Exercício pela PUC-Minas, fez metrado e doutorado em Saúde Pública, com ênfase em Epidemiologia na UFMG e na UERJ, respectivamente. Ela cursou também o pós-doutorado no Instituto de Nutrição da UFRJ e atualmente é professora da Faculdade de Ciências Básicas e Biológicas no Departamento de Ciências Básicas da UFVJM. Faz parte do Núcleo de Pesquisa, Estudos e Extensão em Saúde Coletiva (NUPEESC/ UFVJM) e do Núcleo de Ensino, Pesquisa, Extensão e Divulgação sobre a escravidão (NUPEDE/UFVJM). Está tutora do PET-Conexão dos Saberes/UFVJM (Comunidades quilombolas) e preside o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI/UFVJM). No momento, está como líder do Comitê de Acompanhamento da Pandemia do Novo Coronavírus (Covd-19) na UFVJM.

 

10 de setembro

“Quando acaba a pandemia?”

Resumo do tema: Nesse bate-papo o assunto será sobre como a pandemia está ocorrendo na região do centro-norte de Minas Gerais (Norte e Noroeste de Minas, Jequitinhonha e Vale do Mucuri) e, também, sobre as questões mais polêmicas desse tema, como a origem do novo coronavírus e as vacinas criadas em tempo recorde, além de abordar um pouco sobre a duração dessa pandemia.

Convidado: Fabiano Ferrari

O professor Fabiano possui graduação em Física e mestrado em Ciências pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. É doutor em Física pela Universidade Federal do Paraná e realizou estágio de doutoramento no Instituto de Neuroinformática (INI) da Universidade de Zurique e ETH. Realizou também o estágio de pós-doutorado na Universidade Estadual de Ponta Grossa e atualmente é professor do Instituto de Engenharia, Ciência e Tecnologia da UFVJM no Campus Janaúba, e membro pesquisador do grupo 105. Possui interesse em desenvolvimento de circuitos elétricos inteligentes e estudos sobre a propagação do coronavírus.

 

Terceira Edição em Janaúba


Datas: 
8, 9 e 10 de setembro

Horário: 17h

Plataforma: Canal Oficial do curso de Engenharia de Materiais da UFVJM, Campus Janaúba: https://www.youtube.com/c/EngdeMateriaisUFVJM.

 

8 de setembro

“Manejo nutricional de culturas - qual a importância do correto diagnóstico?”

Resumo do tema: Um dos componentes mais onerosos do custo de produção das lavouras é o custo com fertilizantes. Esses, se utilizados de forma incorreta, além de não atender à demanda da cultura, o que levaria à melhoria do rendimento e da qualidade da produção, ainda pode causar desequilíbrios e prejudicar mais as plantas do que a sua não aplicação. A margem de lucro pode ser ainda mais reduzida. Portanto, o correto diagnóstico da fertilidade do solo e da nutrição mineral das plantas é fundamental para nortear a adubação e o adequado manejo da nutrição das plantas. Palestra promovida pela EPAMIG.

Convidada: Maria Geralda Vilela Rodrigues 

A engenheira agrônoma Maria Geralda possui mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal de Lavras (Ufla) e doutorado em Produção Vegetal pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Trabalha na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), atuando na Epamig Norte. Tem experiência em Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente com bananicultura, adubação e nutrição de fruteiras tropicais.

“Silagem na alimentação de equinos”

Resumo do tema: Orientação sobre as limitações e vantagens da utilização de silagem na alimentação de cavalos. Ênfase nas características anatômicas do trato gastrointestinal dos equinos e as peculiaridades das diferentes culturas com potencial de serem utilizadas. Palestra promovida pela Unimontes Campus Janaúba.

Convidado: Daniel Ananias de Assis Pires 

O professor Daniel Ananias de Assis Pires possui graduação em Medicina Veterinária pela UFMG, mestrado e doutorado em Zootecnia pela UFMG e é professor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

“Tecnologia de aplicação de defensivos”

Resumo do tema: Por haver estreita relação entre a concentração dos elementos no solo e seu teor na planta, e sua relação com a produção, a análise de tecidos ou foliar, associada à análise de solo, permite avaliação mais eficiente do estado nutricional da cultura e da necessidade de ajustes no programa de adubação. São ferramentas complementares. Para que sejam eficientes, entretanto, há de se fazer correta amostragem, considerando as particularidades da área e a cultura, além do objetivo do produtor. Palestra promovida pela FUNORTE Campus Janaúba.

Convidado: Rogério Prado do Carmo

Rogério é técnico agrícola formado na Escola Federal de Uberaba e possui experiência de 20 anos em Nutrição e Defesa Fitossanitária de Plantas. Diretor da empresa Vertix Agroindústria Ltda.

 

9 de setembro

“Como a ciência pode nos ajudar a prevenir problemas bucais?”

Resumo do tema: Com o avanço da ciência, novos conceitos acerca da saúde bucal surgiram e com eles um entendimento mais aprofundado das principais doenças que levam à sequelas nos tecidos dentais. Assim, a ciência foi capaz de desvendar meios preventivos mais eficazes para as principais doenças bucais como cárie dental, doença periodontal e lesões não cariosas. Se os indivíduos forem capazes de conhecer e adotar hábitos saudáveis direcionados à saúde bucal estarão evitando a perda da estrutura dental natural e custos financeiros a nível individual e coletivo. Palestra promovida pela FAVENORTE Porteirinha.

Convidada: Luma Fabiane Almeida

Luma é graduada em Odontologia pela Unimontes/Western Kentucky University (EUA), realizou estágio em pesquisa odontológica na University of Maryland (EUA), fez mestrado em Odontologia pela Unicamp e doutorado em Clínicas Odontológicas pela PUC Minas.

“Amor em tempos de ódio”

Resumo do tema: Amor em tempos de ódio. Palestra promovida pela FACITEC Campus Janaúba.

Convidado: Márcio Ramos Ferreira

Márcio é psicólogo com mestrado e doutorado em Psicanálise pela UERJ. Atualmente, é integrante do Laboratório de Pesquisa das Psicopatologias Contemporâneas (LAPSICON), pesquisador no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq pela UFF. Trabalha como psicólogo no Centro de Atenção Psicossocial Wanderley Maris e é professor na Faculdade de Ciências e Tecnologia (FACITEC)

 

10 de setembro

“Utilização de tecnologias para destruição de vírus, fungos e bactérias”

Resumo do tema: Utilização de tecnologias para destruição de vírus, fungos e bactérias. Palestra promovida pela UFVJM Janaúba.

Convidado: Carlos Alberto Gois Suzart 

O professor Carlos está na UFVJM desde 2011. Graduou-se em Engenharia de Alimentos pela UESB, é mestre em Tecnologia de Alimentos e doutor em Ciência de Alimentos pela Unicamp. Foi diretor de Projetos Físicos da UFVJM entre 2012 e 2014, diretor de Campus da UFVJM entre 2017 e 2019. Atua no campo de Estratégias de Controle Microbiológico desde 2007, tendo desenvolvido projetos em parceria com a Prefeitura de Municipal Diamantina durante a pandemia da Covid-19.

“Nanomateriais para liberação direcionada de fármacos”

Resumo do tema: Sistemas de liberação controlada, ou direcionada, de fármacos (DDS) são dispositivos, materiais, utilizados para favorecer a liberação de algum fármaco em uma região de interesse causando o mínimo de efeitos colaterais a tecidos que não sejam o alvo. O desenvolvimento de DDS envolve a consideração de fatores como a incorporação de fármacos ao material, o perfil de libração desses fármacos promovido pelo material e o comportamento do material durante sua administração e sua distribuição no corpo.

Convidado: Gabriel Monteiro

Gabriel é doutorando em Química (Concentração: Físico-Química) pela Universität Konstanz (Universidade de Constança), Alemanha; mestre em Ciência e Tecnologia das Radiações, Minerais e Materiais (Concentração: Ciência e Tecnologia dos Materiais) pelo Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN/CNEN); Engenheiro de Materiais e Técnico em Mecânica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG).

“O universo das ferramentas de corte”

Resumo do tema: Carbonetos cimentados são materiais compostos que combinam alta dureza e tenacidade. Devido a essa combinação única de propriedades, eles constituem a base para a produção de ferramentas de corte para a indústria automotiva e aeroespacial, ferramentas de escavação para o setor de mineração e peças de desgaste para a fabricação de ferramentas de latas. Essa apresentação descreve microestruturas de carbonetos cimentados de uma forma estruturada, cobrindo alguns antecedentes históricos, principais áreas de aplicação, bem como o estado atual e o desenvolvimento futuro de cada classe de materiais.

Convidado: José Luis García 

José Luis García graduou-se em Engenharia Industrial pela Universidade Comahue da Argentina e realizou seu doutorado pela Universidade de Tecnologia de Viena, na Áustria. Atualmente, é especialista sênior em P&D e gerente da área de Tecnologia para Metal Duro e Sinterização na empresa AB Sandvik Coromant, na Suécia. Ele é autor de mais de 100 publicações, relatórios técnicos e 30 patentes familiares no campo de carbonetos cimentados.

Mais informações sobre o evento e sua programação estão disponíveis nos seguintes endereços: